Publicidade - OTZAds
PORQUE OS ALGORITMOS SÃO TÃO PERIGOSOS?

PORQUE OS ALGORITMOS SÃO TÃO PERIGOSOS?

abril 13, 2021 0 Por TechMobile
Provavelmente, você já passou horas e horas vendo vídeos no YouTube, um após o outro, sempre clicando nos “vídeos recomendados”.

Mas isso não é nada por acaso.

Os engenheiros da equipe do Google (proprietário do YouTube) trabalham dia e noite para usar seu psicológico contra você.

Como assim???

Pois é. O algoritmo, de uma forma simplista, examina o que o usuário assiste, quanto tempo assiste, quais os conteúdos semelhantes que ele pode assistir e, até mesmo, qual tipo de propaganda tem maior probabilidade de atraí-lo.

A imagem acima poderia simbolizar o algoritmo, mas não de forma completa.

Isso porque o algoritmo é programado para “aprender” e, por isso, vai variando de acordo com o uso que cada pessoa faz do serviço.

Parece até assustador, não é?

É porque é mesmo.

No documentário “O dilema das redes”, disponível no Netflix, engenheiros de software e programadores (ou que já foram) de grandes empresas como a Google, Twiter e Fabebook falam sobre como esses “códigos funcionam”.

A ironia é que o próprio Netflix usa os algoritmos que o documentário explica …

Segundo os engenheiros, o que está em disputa é “a sua atenção”, e afirmam que, quando o serviço é de graça, o produto é você.

O algoritmo faz o usuário estar em contato com conteúdo que ele gosta, e isso faz com que a pessoa permaneça cada vez mais tempo conectado.

E é algo que realmente vicia, pois age nas áreas de recompensa do cérebro (onde se libera dopamina), o que acaba fazendo com que as redes sociais ativem as mesmas áreas que as drogas, a exemplo da cocaína.

É algo tão surpreendente que os próprios participantes da criação dos algoritmos revelam que são viciados em alguma das redes sociais, seja ela o Twitter ou mesmo o E-mail ou o YouTube.

Publicidade - OTZAds

Um dos problemas disso, é que se pode moldar a opinião popular e interferir, por exemplo, em resultados de eleições presidenciais.

Para lutar contra o algoritmo, no final do documentário, os engenheiros dão algumas dicas, entre as quais a de seguir pessoas com opiniões diferentes da sua e baixar uma extensão que bloqueia os vídeos recomendados no YouTube.

Mas isso fica para o próximo post!